Correio

A virada foi heroica, daquelas que o torcedor do Vitória deixa o Barradão com o peito estufado e com orgulho da camisa vermelha e preta.

O orgulho estampado nas arquibancadas refletiu nos gramados. Ao deixar o campo, o atacante Marinho, autor de um dos três gols do triunfo do Leão fez um desabafo. ?Foi no sacrifício. Eu não ia jogar, mas tratei a semana inteira. Essa família aqui é muita unida. Essa dor só vai passar com o tempo, mas dei meu máximo. Foi um sacrifício grande, mas conseguimos fazer uma grande partida?, disse, amparado por Tiago Real.

Quem embarcou no mesmo clima foi Kieza. O atacante, que também balançou as redes, enalteceu a equipe e pediu mais respeito. ?A gente lutou e brigou muito. Isso mostra que somos uma grande equipe. Quando perdemos o primeiro jogo de 4x1 (contra o Santa Cruz), disseram que nosso time não presta e ia lutar pra não cair. Muita gente duvidou da gente. As pessoas têm que ter mais respeito pelos profissionais que jogam aqui. Somos homens, somos guerreiros. Quem vier aqui no Barradão vai ter que suar sangue para ganhar da gente?, disse.

O Vitória lutou, foi guerreiro, e isso é indiscutível. Mas, para Fernando Miguel, é fundamental festejar, mas também refletir sobre o fraco primeiro tempo apresentado pela equipe. ?O segundo tempo, sim, foi nossa equipe. Acordamos para o Brasileiro. Não podemos mais errar como no primeiro tempo, porque agora pegamos times de grande expressão e eles não permitem erros. No Barradão, não podemos perder ponto?, avisa.

O Leão volta a campo quarta-feira (25), para encarar o América-MG, no Independência.

Leão começou a partida mal O Leão rugiu mais alto. Não se intimidou ao encarar o Corinthians, atual campeão brasileiro, e mostrou quem manda no Barradão. Ontem, após um início ruim, teve raça e bom futebol para vencer de virada por 3x2 e quebrar um tabu de 12 anos sem vencer os paulistas. Na Série A, eram 20 anos.

O Brasileirão não é brincadeira e o Vitória sentiu isso na pele na primeira etapa. Com a defesa perdida em campo, o rubro-negro até arriscou com perigo no início do jogo, após boa jogada de Ramon, que cabeceou uma bola na trave, mas ofereceu pouco perigo.

Com os volantes mais bem postados, o Vitória enfim conseguiu respirar. Quatro minutos após sofrer o gol, revidou com uma linda jogada individual de Leandro Domingues. O meia deixou Bruno Henrique para trás, tentou passar e viu a bola rebater em Felipe. Na volta, pegou com classe e bateu no canto de Walter para empatar o duelo.Veloz em campo, o Corinthians não gostou da ameaça do Leão e partiu para cima. Arriscou com boas armações de Guilherme e conclusões de Elias, mas foi com Uendel que balançou as redes, aos 25 minutos, quando, mais uma vez, Guilherme apareceu bem e deu assistência para o lateral, que bateu com categoria no canto do gol do Leão: 1x0.

Apesar da categoria da jogada, o gol não foi suficiente para dar gás aos rubro-negros, que sofreram com a velocidade e a qualidade técnica do alvinegro, que não se importou em ser um visitante indigesto e seguiu ameaçando o gol de Fernando Miguel. No entanto, foi novamente com um lateral, desta vez o direito, que o Mosqueteiro marcou.

Aos 29, após bela troca de passes do Corinthians, Giovanni Augusto tocou com categoria para Fagner estufar as redes e marcar 2x1.

Raça O intervalo era fundamental para o Vitória se organizar o time e não se tornar presa fácil em pleno Barradão. Na volta, o Leão empatou o jogo logo aos 11. Vander aproveitou vacilo de Felipe e cruzou. Uendel afastou mal e Marinho fez o seu 9º gol na temporada: 2x2.

O Corinthians pode até ser um time de tradição, ostentar a marca de atual campeão brasileiro e ter seis títulos brasileiros, mas vale o ditado. É bom, mas não é dois.

Aos 19, o gol mais bonito da tarde. Kieza tocou para Leandro Domingues e partiu. De três dedos, o meia devolveu com um lindo lançamento, na medida para K9 virar.

O Corinthians partiu para o empate e Fernando Miguel salvou em cabeceada de Luciano. Pra dar mais drama, Vander foi expulso após reclamar insistentemente com o árbitro. No fim, na raça e na bola, de Leão. O próximo compromisso é quarta, contra o América-MG, fora de casa.

(Foto:Reprodução)

Comentários

AVISO - Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie através do nosso whatsapp 71 99663.6360 ou do email [email protected] Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal. TERMOS DE USO

mais notícias » Leia também

Publicidade
Publicidade