(Foto: Divulgação)
Se já pensou dizer adeus ao Facebook, Twitter e Instagram não está sozinho. Porém, não há dúvida que estas redes sociais já se tornaram ferramentas importantes na sua vida, não só para estar em comunicação com os amigos mas também para ter acesso às memórias da sua vida.

É esta a conclusão de um estudo conduzido pelo Kaspersky Lab com base nas respostas de mais de 4831 pessoas provenientes de todo o mundo. De acordo com estes estudo, o desejo de manter contacto com amigos e a preservação de memórias online são o motivo para 78% continuar ligado às redes sociais mesmo que já tenha tentado desistir.

Apesar de não conseguir garantir a comunicação entre os utilizadores de redes sociais, a Kaspersky Lab pretende ajudar com a preservação de memórias online, tendo lançado para isso a plataforma FFForget, uma “cópia encriptada de todas as suas memórias digitais”.

“As redes sociais podem ser um benefício ou um risco. Se forem um benefício, não é problema nosso: acreditamos que todas as pessoas têm o direito de decidir, livremente, que plataformas utilizar ou deixar de utilizar quando quiserem. A verdadeira liberdade digital não é algo que leva, obrigatoriamente, a fazer sacrifícios”, declara o Diretor de Redes Sociais na Kaspersky Lab, Evgeny Chereshnev, por comunicado.

Comentários

AVISO - Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie através do nosso whatsapp 71 99663.6360 ou do email [email protected] Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal. TERMOS DE USO

mais notícias » Leia também

Publicidade