colunista

Wellington Lázaro

É professor universitário, contador, empresário e assessor técnico na Prefeitura de Mata de São João. Escreve às quintas.

No artigo anterior (A atitude faz a diferença!) tentei trazer 10 atitudes para ajudar os colaboradores das empresas a repensarem suas ações. Ouvi críticas e elogios, e por fim, três grandes leitoras dos meus artigos, me indagaram: - Você acha certo aplicarmos essas 10 atitudes e a recíproca do chefe não corresponder? Ok. Resolvi então agora falar com os “chefes”. Porém, destaco aqui que “quem tem chefe é índio”, gosto muito de usar o jargão “Gestor”, até por que você pode ser funcionário de uma empresa e na sua casa será o gestor (logo, esse artigo também se aplicará a você). Mas tudo bem, como essas leitoras usaram o termo “Chefe”, manterei aqui. Vamos lá!

Primeiro destaco a árdua missão atual dos chefes, em manter equipes menores e trabalho em alta pressão. A cobrança por resultados cresce mais a cada dia e todo mundo é penalizado com isso. O chefe é cobrado por duas vertentes: atingir suas metas individuais x atingir as metas de seu time. Como cobrar e ao mesmo tempo incentivar os subordinados a cumprir suas tarefas? Destacamos 05 (cinco) táticas que os chefes poderão utilizar para conseguir encontrar o equilíbrio para atingir o resultado esperado, afinal, dando certo ou errado, prezado chefe: a culpa é sua! Confira:

1 - Clareza sobre as metas - Para as coisas funcionarem bem, os colaboradores deverão saber quais são as suas metas e qual a expectativa da chefia com aquela tarefa. A clareza evita que, em caso de feedback negativo, o subordinado diga que não tinha entendido o que precisava ser feito, e também ajuda a ter dados concretos na hora do chefe fazer a cobrança.

2 - Fique próximo do seu time - Liderar pelo exemplo! É errado cobrar alguém em alguma coisa se você não tiver aquele comportamento. Não adianta colocar sua equipe para trabalhar até tarde da noite, sem estar junto, pressionar a equipe para entregar melhor e com mais agilidade sem o próprio chefe estar comprometido com aquela meta. A equipe percebe quando as atitudes não correspondem ao discurso.

3 - Entenda como cada profissional funciona - Toda pessoa é singular! Entender a melhor maneira de cobrar cada profissional do time, poupa tempo e dá mais resultados. É errado querer que a equipe se molde ao jeito do chefe cobrar. Alguns subordinados preferem feedback constante e precisam da presença do chefe a todo momento, outros gostam de ter mais autonomia para fazer o trabalho. Cada líder tem seu estilo próprio de gestão e, dentro desse estilo, é crucial encontrar o equilíbrio para cobrar o resultado dos diferentes funcionários, e se adaptar para o que cada um necessita.

4 - Mostre o propósito - Os profissionais se engajam mais para cumprir determinado desafio quando compreendem o que há por trás daquela tarefa.

5 - Combine antes de desarmar a bomba ou apagar o incêndio - Se um problema ocorreu, é preciso correr para resolver, porém, combine com a equipe qual será a estratégia antes da sair distribuindo as tarefas apressadamente. Disponha-se a ajudar quem está com dificuldades – quer seja colocando a mão na massa, quer seja reformulando equipes para complementar as competências de cada um.

Por fim, a missão do chefe é não transferir a pressão que sofre no dia a dia para a equipe. Não adianta achar que todo mundo é como você. Não tenha medo de desagradar o colaborador por necessidade de cobrar resultados e não peça metas impossíveis. Pense Nisso!

LEMBRE: Se puder e quiser, colabore! Opine o que achou deste artigo! Aproveite e sugira um tema! 

Comentários

AVISO - Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie através do nosso whatsapp 71 99663.6360 ou do email [email protected] Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal. TERMOS DE USO

mais notícias » Leia também

Publicidade
Publicidade