colunista

Lorena Dias

É jornalista e blogueira. É repórter da TV Aratu e escreve para o Mais Região às quartas, a cada duas semanas.
Durante dois meses eu anotei, todos os dias, três coisas pelas quais eu havia sido grata naquele dia. Se, por um lado, as vezes dava preguiça de fazer as anotações ao chegar em casa cansada do trabalho, por outro, a atividade fazia com que eu buscasse durante todo o meu dia (e fosse anotando mentalmente) o que eu poderia registrar como agradecimento à noite. O "Diário da Gratidão" foi uma proposta que conheci através da coaching Maly Motta.

Quatro meses depois de ter parado o exercício, estava folheando um caderno quando encontrei o diário. Li por curiosidade e fiquei impressionada em como minha vida tinha mudado desde então. Mas o que mais me marcou foi a mudança que ocorreu dentro de mim naquele exato momento.

Se antes eu estava com um aperto no peito por causa de algumas ansiedades do presente, olhar aqueles agradecimentos fez com que o nó se desfizesse e um sorriso brotasse no meu rosto, onde antes haviam lágrimas. Nunca tinha sentido o poder da gratidão como o que aconteceu naquele dia. Apenas fazia o exercício, sem ter plena consciência dos benefícios.

Às vezes o nosso principal erro na vida é nos preocupar tanto com questões do passado ou do futuro e não dar valor ao que há no nosso presente. Erramos também em focar apenas no lado negativo das coisas, que nos faz reclamar. Quando buscamos aquilo pelo que somos gratos, abrimos os olhos para o presente e para tudo de bom que há nele. Como consequência, criamos uma onda de boa energia, que vai atraindo cada vez mais motivos para agradecermos e nos dando uma sensação maior de bem-estar diante de quem somos e do que estamos vivendo.

Resolvi retomar o meu "Diário da Gratidão" e passei a recomendar a proposta da coaching. É muito simples, são três coisas por dia. Pode ser algo que tenha acontecido, que vá acontecer ou que faça parte da sua vida de maneira mais constante. Hoje, por exemplo, sou grata pelo amor da minha mãe, demonstrado nas vasilhas no congelador com almoços que ela preparou durante o final de semana para todos os dias que viriam a seguir. Também sou grata pelo meu emprego e os aprendizados diários. E sou grata por esse espaço, que me permite exercer minha paixão pela escrita e compartilhar pensamentos. Gratidão.

Comentários

AVISO - Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie através do nosso whatsapp 71 99663.6360 ou do email [email protected] Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal. TERMOS DE USO

mais notícias » Leia também

Publicidade
Publicidade