Volante já sofreu lesão igual no joelho esquerdo (Foto: Reprodução )

Zé Welison empolgou a torcida rubro-negra desde a sua primeira partida pelo profissional, quando marcou um golaço de falta sobre o Confiança, pela Copa do Nordeste.

Era a temporada de 2014, e o time não jogava tão bem como na anterior. Um dos poucos pontos positivos era aquele volante que, além de marcar, distribuía assistências e fazia gols. E o mais empolgante: tinha apenas 18 anos. Os jornais e os programas esportivos colocavam Zé Welison e Anderson Talisca como as maiores joias da dupla baiana. 

Mas ninguém esperava que o futuro aprontasse com o garoto. No Ba-Vi do último domingo (9), Zé Welison sofreu a terceira lesão grave em três anos. Rompeu o ligamento cruzado do joelho direito e terá que passar pela terceira cirurgia em três temporadas. A previsão de retorno é de seis meses.

Só que nada disso estremece o garoto. Conversando por telefone com o CORREIO, Welison mostra cabeça fria. Tanto, que observa a situação sob outra perspectiva: “A lesão anterior me deu experiência para passar por esta. Não é situação nova para mim. Também estou mais maduro, mais velho, então a tendência é trabalhar tranquilo. Já sei que é um momento difícil. Você fica abatido, ainda mais pela sequência boa que vinha tendo. Normal, sou ser humano. Mas já sei que tenho que levantar a cabeça”.

A primeira lesão foi idêntica à atual, mas no joelho esquerdo. Assim como agora, Welison era titular em sua posição de origem. A rotura veio em fevereiro de 2015, no triunfo por 1x0 sobre o Colo Colo.

“Senti no Ba-Vi (de domingo) o mesmo estalo no joelho daquela lesão. Quando caí no chão, já suspeitava que era ligamento cruzado. Na mesma hora passou um filme na minha cabeça. Depois, o doutor só fez confirmar”, lembra.

Foram cinco meses de tratamento. O volante voltou, aos poucos, jogando pela equipe sub-20. Só atuou pelo profissional de novo em novembro daquele ano, na última rodada da Série B.

Aquela experiência faz Zé ficar tranquilo para a de agora: “Fiquei completamente curado, com o joelho zerado. Entendi que tem que encarar o tratamento com seriedade”.

Em novembro do ano passado, quando era titular de Argel Fucks na lateral direita, passou por outra cirurgia por conta de uma fratura na clavícula. Só voltou a treinar em fevereiro deste ano.

Apoio dos colegas

O lado bom é que Welison tem um clube inteiro para ajudá-lo. No rubro-negro há sete anos, o volante é um dos atletas mais queridos pelos colegas e profissionais do Vitória.

Alguns o conhecem desde as categorias de base, como o lateral-esquerdo Euller e o zagueiro Vinícius, que chegaram a dividir apartamento com Zé Welison no alojamento da Toca do Leão.

O garoto conta que recebeu inúmeras mensagens de apoio desde o domingo. “Todos vieram me dar uma palavra de conforto, de esperança. Euller (seu amigo desde 2012) até me deu carona até em casa depois do jogo”, conta Welison.

“Todo jogador sabe que o problema é muito psicológico, que você tem que ter uma cabeça boa para se recuperar naturalmente. E eu estou bem tranquilo. Só quero marcar logo a cirurgia e trabalhar que nem fiz na perna esquerda para voltar rápido”, diz Zé. “Em nome de Jesus, essa será a última lesão que terei”.


Confira frases de colegas de Zé Welison:

Euller: Welison é um irmão para mim e sabe que pode contar comigo no que precisar. Todos do grupo estão  ao lado dele.

Willian Farias: Todos aqui lamentaram muito a lesão e vamos dar total apoio a ele. O elenco estará com Zé em todas as fases.

Fernando Miguel: Estamos dando todo o apoio a Zé e torcendo para que a sua volta ocorra o mais breve possível.

Bruno Ramires: É um cara que todo mundo gosta e que joga muito. Fiquei sabendo ontem à noite e fiquei muito triste. Estamos todos torcendo para que Zé retorne o mais breve possível.

Comentários

AVISO - Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie através do nosso whatsapp 71 99663.6360 ou do email [email protected] Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal. TERMOS DE USO

mais notícias » Leia também

Publicidade