(Foto: Reprodução/Ilustrativa)
Se você é alguém que gasta parte do seu dia olhando o Facebook, saiba que isso pode te deixar triste. Pelo menos é o que garante um estudo da Universidade da Califórnia e da Universidade e Yale. 

Segundo os pesquisadores, a cada aumento de 1% na quantidade de curtidas, cliques e links e atualizações de status resulta em um declínio de 5% a 8% em índices de saúde mental. 

Os pesquisadores defendem que o aumento nas interações virtuais por redes sociais é, geralmente, acompanhado de diminuição em interações sociais "ao vivo". 

“As associações negativas do Facebook foram no mesmo patamar ou ainda superiores do que os impactos positivos relacionados a interações offline, o que sugere uma troca entre relacionamentos offline e online”, afirma o estudo.

Comentários

AVISO - Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie através do nosso whatsapp 71 99663.6360 ou do email [email protected] Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal. TERMOS DE USO

mais notícias » Leia também

Publicidade
Publicidade