Presidente Michel Temer (PMDB) (Foto: Divulgação)

Na tarde desta quinta-feira, o  presidente Michel Temer (PMDB) desmentiu o que se falava em Brasília e confirmou que não vai renunciar ao cargo de presidente. Desde o começo da tarde de hoje, alguns jornais já falavam da renúncia do peemedebista. 

A crise do governo Temer começou na quarta-feira, quando às 19h30min a reportagem do Jornal O Globo denunciou uma gravação - que agora foi homologada como delação premiada pelo Supremo - em que o dono da JBS, em uma conversa a sós com o presidente, revela que ele autoriza o pagamento de propina ao ex-presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha, em troca do silêncio. 

A reportagem ainda revelou o envolvimento de outros políticos no pagamento de propina. 

Comentários

AVISO - Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie através do nosso whatsapp 71 99663.6360 ou do email [email protected] Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal. TERMOS DE USO

mais notícias » Leia também

Publicidade