colunista

Lorena Dias

É jornalista e blogueira. É repórter da TV Aratu e escreve para o Mais Região às quartas, a cada duas semanas.
O corpo fala. E não apenas com a ajuda do ar que em atrito com as cordas vocais resulta na emissão da voz que sai pela boca. Cada reação do nosso corpo é uma resposta a algo que está acontecendo e é também uma mensagem.

Ele fala através do frio na barriga, que você sente quando se apaixona por alguém. No gosto amargo na boca, quando você está em alguma situação de perigo. Na dor no estômago, na espera por uma notícia que demora de chegar. Na tensão muscular quando você está numa situação desconfortável. Na falta de ar, num lugar desconhecido onde não se sabe direito a quem recorrer.

Meu estômago é quem mais se comunica comigo. Quando eu estou em fase de negação, fingindo que está tudo bem, que nenhum problema está me afetando emocionalmente e, de repente, meu estômago começa a doer, já sei que preciso admitir minha ansiedade e encarar de frente o que quer que a esteja provocando.

Muitas dores físicas são apenas a somatização de questões emocionais. É por isso que o meu gastro virou, praticamente, meu psicológo e, ao invés de tratar apenas meus sintomas físicos, me fez buscar dentro da minha mente qual era a causa da ansiedade que provocava a minha gastrite. Me receitou duas cápsulas de omeprazol e algumas doses de meditação por dia. Sim, meditação foi minha principal medicação.

Dizem que outras doenças mais graves também são provocadas por questões psicológicas mal resolvidas. Não sei até que ponto as pesquisas científicas já conseguiram comprovar essa teoria. O fato é que a gente precisa ouvir mais o que o nosso corpo tem a dizer, principalmente quando a gente sentir uma certa dificuldade em se expressar da maneira tradicional, através das palavras.

Talvez aquela coceira que aparece do nada sem nenhum indício de alergia ou a dor de cabeça que só passa na hora que você vai dormir, queiram te dizer algo que você ainda não parou para ouvir. Então, para e se escuta. Tem muita coisa que você pode aprender sobre você mesmo durante essa comunicação.

Comentários

AVISO - Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie através do nosso whatsapp 71 99663.6360 ou do email [email protected] Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal. TERMOS DE USO

mais notícias » Leia também

Publicidade
Publicidade