Deputado Rodrigo Pacheco é presidente da CCJ (Foto: Divulgação )

A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara dos Deputados retomou nesta quarta-feira, 18, a discussão sobre a denúncia contra o presidente Michel Temer e os ministros Eliseu Padilha (Casa Civil) e Moreira Franco (Secretaria-Geral). Segundo o presidente da CCJ, deputado Rodrigo Pacheco (PMDB-MG), o colegiado colocará o parecer em votação logo após a conclusão das discussões sobre a peça.

Temer foi denunciado pela Procuradoria Geral da República (PGR) ao Supremo Tribunal Federal (STF) pelos crimes de obstrução de Justiça e organização criminosa. A acusação só poderá ser investigada pelo STF se autorizada pela Câmara dos Deputados.

O debate iniciado nesta terça, 17, teve o pronunciamento, ao todo, de 47 deputados. Nesta fase, a CCJ discute o parecer do relator, deputado Bonifácio Andrada (PSDB-MG), que recomendou a rejeição da denúncia. A votação do parecer de Andrada será nominal. Para que o documento seja aprovado, são necessários os votos de, no mínimo 34 deputados - metade mais um dos membros da CCJ.

Comentários

AVISO - Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie através do nosso whatsapp 71 99663.6360 ou do email [email protected] Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal. TERMOS DE USO

mais notícias » Leia também

Publicidade