Gilmar Batista Ferreira (Foto: Divulgação )

Apontado como chefe do tráfico de drogas na região do Caboré, Gilmar Batista Ferreira, conhecido como Non Non, foi morto na madrugada desta terça (16), em confronto com a Rondesp. De acordo com informações da PM, a guarnição chegou na localidade, após denúncia anônima e foi recebida a tiros.

Durante o confronto, Non Non foi atingido em várias partes do corpo. Ele ainda chegou a ser socorrido para o Hospital Municipal de Mata de São João, mas não resistiu aos ferimentos.

Divulgação/PM                                     Material encontrado com Non Non (Foto: Divulgação/Rondesp)

Na operação, um revólver calibre 38, com quatro munições intactas e duas deflagradas, além de seis munições cal. 380, um tablete de aproximadamente 1kg de maconha prensada foram apreendidos.

Segundo a PM, Non Non já tinha passagens na polícia e também é suspeito de vários homicídios.

Outro caso - Esse é o segundo caso de autos de resistência de chefes do tráfico contra abordagens policiais no município. No dia 31 de outubro, dois homens acusados de liderar o tráfico de drogas na localidade do Caboré, foram mortos também em confronto policial. As vítimas identificadas como Ageu Silva Paixão, 35 anos e Edvanei Santos Bispo, conhecido como Zoio, 22 anos estavam num sítio situado na Lagoa dos Patos. SAIBA +

Comentários

AVISO - Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie através do nosso whatsapp 71 99663.6360 ou do email [email protected] Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal. TERMOS DE USO

mais notícias » Leia também

Publicidade
Publicidade