Rodrigo Maia (Foto: Divulgação )

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia, revelou que Michel Temer sugeriu a criação de um imposto exclusivo para financiar a segurança pública. A informação foi publicada no blog da jornalista Andréia Sadi nesta quarta-feira (21).

Segundo a publicação, a conversa entre Temer e Maia ocorreu no sábado, no Palácio Guanabara, no Rio. "O presidente disse: Rodrigo, que tal pensarmos em um imposto só para a segurança pública? Eu disse: presidente, é inviável. O decreto inviabiliza proposta de emenda à Constituição".

Ainda segundo o texto da jornalista, Maia afirmou ser contra aumentar impostos e disse que, caso o governo queira, terá de fazer por decisão do Executivo, sem passar pelo Legislativo.

"O governo que corte ministérios e reduza despesas públicas. Querem dinheiro para financiar o caos na segurança pública, mas não sabem o que fazer. Eles têm, por exemplo, dentro do IOF espaço para mexer em alíquota. Só estou dando um exemplo. Porque não é no Congresso que eles vão resolver isso, é uma decisão do Executivo", afirmou Maia.

Maia teria dito a Temer que, para valer neste ano, uma nova contribuição, nos moldes da CPMF (antigo imposto do cheque), só seria possível por meio de emenda à Constituição.

Comentários

AVISO - Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie através do nosso whatsapp 71 99663.6360 ou do email jornalismo@maisregiao.com.br. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal. TERMOS DE USO

mais notícias » Leia também

Publicidade
Publicidade