Além do pedido para o treinador e os atletas, o Rubro-Negro também solicitou efeito suspensivo para a multa de R$ 100 mil recebida pelo clube. (Foto: Reprodução )

O departamento jurídico do Vitória deu entrada, nesta terça-feira (13), no efeito suspensivo para os atletas punidos no julgamento do BAVI no Tribunal Pleno do TJDF-BA. Os pedidos foram protocolados na secretaria do TJDF-BA.

Em contato com o Galáticos Online, o secretário geral do órgão, Roberto Araújo confirmou o recebimento dos pedidos, mas informou que o encaminhamento ao Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) acontecerá nesta quarta (14), dentro do prazo.

Como o caso já foi encerrado na Corte de Justiça Baiana, só o STJD tem a competência para julgar os efeitos suspensivos. 

Caso sejam concedidos até sexta-feira (16), o zagueiro Kanu, o meia Yago e o atacante Denílson, além do técnico Vagner Mancini ficarão livres para a partida de ida da semifinal do Baianão, diante do Bahia de Feira, no próximo domingo (18). No caso do defensor, apesar da expectativa do clube e da torcida, as chances de liberação do efeito suspensivo nesta quarta, para que o jogador atue contra o Bragantino, pela Copa do Brasil, são remotas.

Além do pedido para o treinador e os atletas, o Rubro-Negro também solicitou efeito suspensivo para a multa de R$ 100 mil recebida pelo clube.

Comentários

AVISO - Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie através do nosso whatsapp 71 99663.6360 ou do email jornalismo@maisregiao.com.br. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal. TERMOS DE USO

mais notícias » Leia também

Publicidade