Sessão Itinerante em Vila de Camaçari (Foto: Divulgação/Câmara)

A primeira Sessão Itinerante realizada na comunidade de Vila de Camaçari, zona rural de Mata de São João, nesta terça-feira (15), foi marcada por reclamações sobre a falta de abastecimento de água na comunidade. Representantes da localidade apresentaram aos vereadores matenses os principais problemas e reivindicaram uma solução para a regularização do serviço.

“Estamos há muitos dias sem água. Não temos como tomar banho, nem cozinhar, pois a água não cai nas torneiras. Precisamos que os vereadores abracem a causa e nos represente, cobrando da prefeitura uma solução rápida”, afirma Adriano Souza.

Na oportunidade, o presidente da Câmara de Vereadores, Agnaldo de Lulu (DEM), afirmou à reportagem do Mais Região que o problema da falta de água em Vila de Camaçari será levado com urgência até o poder executivo, para uma solução imediata. “Na sessão a comunidade estava exaltada justamente por conta do problema da água, mas anotamos a demanda e vamos cobrar da prefeitura uma solução, pois sem água é impossível viver, a comunidade vive até sem energia, mais água é um bem primordial”, explica.


null                Moção de Aplausos dedicado aos assistentes sociais do município (Foto: Mais Região)

Moção de Aplausos – Em alusão ao Dia do Assistente Social, celebrado em 15 de maio, o vereador Marcus Theófilo (DEM) e Agnaldo de Lulu requereu uma moção de Aplausos aos profissionais da Secretaria de Ação Social (Secaso). A homenagem rendeu elogios da bancada oposicionista ao serviço prestados pelos assistentes sociais no município. “Mesmo sendo vereador de oposição tenho que reconhecer que a secretaria que mais trabalha pela cidade e onde tem pessoa mais competente”, frisa vereador Elcinho.

Comentários

AVISO - Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie através do nosso whatsapp 71 99663.6360 ou do email jornalismo@maisregiao.com.br. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal. TERMOS DE USO

mais notícias » Leia também

Publicidade
Publicidade