Para usar a novidade, é preciso ter o WhatsApp Beta 2.18.179 para Android instalado no celular (Foto: Reprodução)

O WhatsApp finalmente começou a dedurar quando uma mensagem é encaminhada no aplicativo. A última versão beta para Android, a 2.18.179, passou a adicionar uma marca “Encaminhada” por cima das mensagens que não são originalmente da conversa. O recurso visa a combater a multiplicação de SPAMs e também de notícias falsas no programa.

Para usar a novidade, é preciso ter o WhatsApp Beta 2.18.179 para Android instalado no celular. Além disso, de acordo com a publicação do WABetaInfo, o recurso só funcionará com mensagens novas, enviadas originalmente da última quinta-feira, 8, para cá. Ou seja, se alguém encaminhar um texto enviado há semanas ou meses, o app não irá dedurar.

Em nossos testes, o recurso funcionou no Android apenas para quem estava encaminhando mensagens de um celular com WhatsApp Beta para outro celular com o aplicativo de testes. Outra possibilidade é quando a troca de mensagens é feita do iPhone para o beta do sistema do Google, mas o usuário do telefone da Apple não verá a marcação.

Apesar de marcar a mensagem como encaminhada, o WhatsApp não adiciona nenhum tipo de identificação do autor original do texto. Ou seja, se alguém encaminhar uma conversa sua, o seu telefone ou nome não aparecerá para outras pessoas.

Nos últimos meses, o WhatsApp se tornou um grande meio de disseminação de golpes, correntes e notícias falsas no Brasil. O Relatório de Segurança Digital do DFNDR lab, inclusive, apontou que 95,7% das fake News detectadas pelo laboratório passaram pelo serviço de mensagens. Pode ser que a empresa, comprada pelo Facebook, finalmente tenha começado a tomar atitudes mais séries para minimizar este problema.

Comentários

AVISO - Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie através do nosso whatsapp 71 99663.6360 ou do email jornalismo@maisregiao.com.br. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal. TERMOS DE USO

mais notícias » Leia também

Publicidade
Publicidade