Leão quer manter o bom momento e ir para a pausa da Copa fora do Z4 (Foto: Reprodução )

O empate por 0x0 com o Corinthians no sábado (9) trouxe ao Vitória muito mais do que um ponto para a tabela de classificação. Pela primeira vez na Série A, a equipe de Vagner Mancini ficou duas partidas consecutivas sem tomar gol e além disso, conseguiu apagar a péssima impressão que havia deixado  no jogo contra o Santos, fora de casa, quando foi goleado por 5x2, na Vila Belmiro.

Portanto, a atuação da rodada anterior serve e muito como exemplo para enfrentar o São Paulo nesta terça-feira (12), às 21h30, no Morumbi. “A gente teve um jogo de aprendizado fora de casa, contra o Santos. Sabíamos que uma vitória seria importante e sofremos quatro gols no primeiro tempo. Isso abalou a gente. Cada um sentiu essa dor dentro de si. Serviu como aprendizado. Nesse jogo contra o São Paulo, não vai ser diferente do jogo contra o Corinthians. Atacamos, tivemos oportunidades de gols e defendemos bem”, avaliou Neilton.

O artilheiro do time na competição com quatro gols marcados só não citou os dois desfalques importantes que o técnico rubro-negro terá para a partida. Kanu recebeu o terceiro cartão amarelo e está fora. Aderllan não pode atuar por questões contratuais, já que foi emprestado pelo tricolor paulista.

Sem a dupla de zaga titular, Mancini vai escalar Ramon e Bruno Bispo juntos, o que também acaba modificando a formação do meio-campo, já que Ramon vinha atuando como volante. Sendo assim, Lucas Marques ganhará a companhia do volante Rodrigo Andrade.

O provável time é: Elias; Cedric, Kanu, Aderllan e Jéferson; Rodrigo Andrade, Lucas Marques, Rhayner e Wallyson; Neilton e André Lima.

Apesar das perdas importantes, Neilton acredita que o time vai conseguir manter o nível de atuação. “Quem entrar vai estar bem preparado. Bruno entrou bem para caramba. Ramon, nesses dois últimos jogos, foi bem. Nossa equipe está bem preparada. Quem entrar vai dar conta do recado para seguir sem sofrer gols”, confia.

André Lima lamentou as ausências, mas também adotou um discurso otimista, passando confiança para a nova dupla de zaga. “Perdemos dois jogadores que são referência na zaga. Tanto Kanu quanto Aderllan. A bola aérea é muito boa dos dois. A força física também. Mas temos dois jogadores criados na base. Ramon é um garoto, mas tem experiência no profissional. Bruno, um pouco menos, mas tem total confiança do elenco. Sabemos que, teoricamente, temos uma zaga desfalcada, mas, pra gente, eles são os melhores que temos hoje. Têm total confiança da comissão e de nós jogadores”, afirmou.

Lei do ex?

O centroavante rubro-negro que só marcou um gol na Série A até então, está bastante confiante em voltar a balançar as redes contra o clube pelo qual atuou entre 2008 e 2009. A aposta de André Lima é também na ‘lei do ex’.

“Sempre que jogo contra o São Paulo costumo deixar a minha marca lá. Aquela famosa lei do ex. Mas é muito relativo. Vale ressaltar o ponto importante de nossa defesa, nosso time, a constância. A confiança está voltando”.

Comentários

AVISO - Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie através do nosso whatsapp 71 99663.6360 ou do email jornalismo@maisregiao.com.br. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal. TERMOS DE USO

mais notícias » Leia também

Publicidade
Publicidade