Inspirados pelo ambiente urbano, quarteto de artistas apresenta desenhos, pinturas e esculturas inéditas (Foto: Reprodução)
O ir e vir pelas cidades é a fonte de inspiração e ponto em comum entre os trabalhos da mostra coletiva Transeunte, que entra em cartaz hoje na galeria RV Cultura e Arte, e reúne os artistas Alex Hornest, Ananda Nahu, Guilherme GAFI e Pedro Marighella.  Inspirados pelo ambiente urbano, o quarteto apresenta desenhos, pinturas e esculturas inéditas.

Entre as obras incluídas na exposição estão os desenhos da série Contra-ataque, do baiano Pedro Marighella, 39 anos, que remetem a ideias como caminhada e lazer.

Ou as pinturas do paulista  Guilherme GAFI, 32 anos, que orientam a memória dos sujeitos a repensar uma presença inaudita de materiais como as chapas galvanizadas, banais no cotidiano de qualquer cidadão de uma metrópole, transformados por ele em pintura. 

Também paulista, Alex Hornest, 46, se inspira em São Paulo para refletir sobre temáticas urbanas, lúdicas e introspectivas. Baseado nisso produz sua obra focado na relação entre as cidades e seus habitantes, utilizando diferentes técnicas como pintura, escultura, colagem, fotografia e meios audiovisuais.

Única mulher do grupo, a baiana de Juazeiro Ananda Nahu, 33, iniciou sua carreira nas ruas de Salvador, trabalhando com a técnica do stencil. O cenário urbano é seu principal suporte. Em 2015, ela foi selecionada pela CNN Style como uma das mais influentes artistas brasileiras e em 2016 pintou o maior mural de Ohio, Estados Unidos.

Serviço: RV Cultura e Arte (Av. Cardeal da Silva 158, Rio Vermelho). Abertura hoje, 20/06. Visitação gratuita de segunda a sexta, das 10h às 18h, e aos sábados, das 10h às 16h. Até 25 de agosto. 

Comentários

AVISO - Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie através do nosso whatsapp 71 99663.6360 ou do email jornalismo@maisregiao.com.br. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal. TERMOS DE USO

mais notícias » Leia também

Publicidade
Publicidade