Os organizadores argumentam que a proibição pode “extinguir” o candomblé. (Foto: Divulgação)

O Supremo Tribunal Federal julga nesta quinta-feira (9) a ação do Ministério Público do Rio Grande do Sul que pede a proibição de sacrifício de animais em cultos religiosos.

Ontem (8), um grupo de fieis das religiões de matriz africana protestou contra a ação no Centro de Salvador. A manifestação foi batizada de "Ato Pelo Justo Direito de Alimentar e Celebrar o Sagrado". Os organizadores argumentam que a proibição pode “extinguir” o candomblé. 

Na Bahia, o promotor Heron Gordilho já se manifestou a favor de barrar os sacrifícios. “É uma questão difícil. Em princípio, sou contra. Acho que o candomblé deveria substituir e tem muita gente que defende o sacrifício vegetal. Então, em princípio, sou contra”, afirmou.

Comentários

AVISO - Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie através do nosso whatsapp 71 99663.6360 ou do email jornalismo@maisregiao.com.br. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal. TERMOS DE USO

mais notícias » Leia também

Publicidade