Alunos tiram fotos no ônibus sem janela (Foto: Divulgação/ leitor via WhastApp)

Um morador do litoral de Mata de São João, em contato com WhastApp do Mais Região (9 9663-6360), enviou algumas imagens de um ônibus escolar sem janela, com a saída de emergência do teto danificado, devido a ação de vandalismo. Nas imagens é possível perceber o desgaste desigual de pneus.

Conforme relatos do leitor, que preferiu não se identificar, os problemas existentes colocam em risco a vida não apenas dos usuários como do motorista. “O objetivo é solucionar problemas existentes que comprometem tanto aos profissionais no exercício da sua função, quanto ao colocar a integridade física dos usuários em risco, sendo crianças e adolescentes. Com isso, nosso intuito é exclusivamente colaborar para que haja regularidades que nos permitam assegurar plenas condições de trabalho, perante CTB art. 136 ao 139 que regulamenta o serviço”, comenta.


null         O mecanismo de abertura da saída de emergência foi danificados (Foto: Leitor via WhatsApp)

Em contato com a prefeitura, a assessoria de comunicação esclareceu que a janela quebrada foi resultado da ação dos próprios alunos que utilizam o transporte. “Quanto aos alunos na janela, quando o veículo estava em circulação, fazendo o roteiro, algum usuário acionou a alavanca de emergência de uma das janelas, provocando a queda da mesma. O carro foi substituído por outro e o serviço de reinstalação da janela foi executado com brevidade. O veículo voltou a circular normalmente”, destaca.


null                             Outro problema é o desgaste desigual de pneus (Foto: Leitor via WhatsApp)

Com relação ao problema na saída de emergência do teto, a prefeitura esclareceu que “Os braços do mecanismo de abertura foram danificados também por algum usuário. Como não encontramos a peça para substituição, essa saída foi lacrada até a chegada da peça que foi encomendada”, ressalta.


null

Comentários

AVISO - Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie através do nosso whatsapp 71 99663.6360 ou do email jornalismo@maisregiao.com.br. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal. TERMOS DE USO

mais notícias » Leia também

Publicidade
Publicidade