Acidente aconteceu na madrugada desta quinta-feira (13), na cidade de Itapebi (Foto: Divulgação)

Um bebê de quatro meses morreu e cinco pessoas ficaram feridas após um carro capotar na BR-101, na cidade de Itapebi, no sul da Bahia, na madrugada desta quinta-feira (13).

De acordo com a PRF, Isadora Silva Santiago, de quatro meses, não resistiu aos ferimentos e morreu no local. O bebê fazia acompanhamento na Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) de Salvador e costumava fazer a viagem uma vez por mês.

Segundo a PRF, todos os feridos foram socorridos pelo Samu e levados para o Hospital Regional de Eunápolis.

O carro era alugado pela Prefeitura de Alcobaça e transportava moradores da cidade para fazer tratamentos de saúde em Salvador.

De acordo com a Secretaria de Saúde de Alcobaça, entre os feridos está uma criança de três anos, que teve ferimentos graves, mas tem estado de saúde estável. A mãe dela, identificada como Maíra Almeida dos Santos, foi internada em estado grave. A mãe da bebê que morreu, identificada como Daiane Silva Santiago, também teve lesões graves, mas tem estado de saúde estável.

As outras duas pessoas feridas foram identificadas como Pâmela Said de Souza e Cleverson Ferreira da Conceição, motorista do carro, tiveram ferimentos leves.

A Secretaria de Saúde de Alcobaça informou que mandou um assitente social e funcionários da prefeitura para prestar apoio aos acidentados.

Segundo a PRF, o motorista do veículo disse a agentes que o acidente aconteceu por volta de 1h, no km 653, após ele desviar para o acostamento quando duas carretas fizeram uma ultrapassagem.

O corpo de Isadora Santiago foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML) de Eunápolis. Não há informações sobre o sepultamento da criança.

Comentários

AVISO - Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie através do nosso whatsapp 71 99663.6360 ou do email jornalismo@maisregiao.com.br. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal. TERMOS DE USO

mais notícias » Leia também

Publicidade
Publicidade