colunista

Fred & Marcio

Frederico Tognin é biólogo e coordenador técnico do Tamar. Já Marcio Vianna é administrador e cozinheiro. Eles escrevem uma vez por mês.
Você já percebeu a quantidade de lixo nas NOSSAS praias?

Você já ouviu falar no Dia Mundial de Limpeza de Praia? 

Pois é “mopôvo” esse dia existe e acontece no terceiro sábado do mês de setembro. Esta data simboliza a necessidade de uma melhor conscientização de todos em relação ao descarte irregular de resíduos sólidos urbanos. Grande parte de tudo que jogamos fora vai parar no mar!! O que não nos serve, polui muitas vezes o oceano!!!

Essa comemoração é antiga e já acontece há 32 anos!!!! O primeiro dia de limpeza de praias foi realizado em 1986 pela ONG americana Center for Marine Conservation. Ao todo, 2.800 voluntários participaram desse dia, e cerca de 124 toneladas de material foram coletados no litoral do Texas, nos Estados Unidos.

Dois anos depois o evento se tornou nacional nos Estados Unidos e teve a participação de 47.500 voluntários. Em 1989, a data se tornou internacional, e teve participação de voluntários também do Canadá e do México. Depois, nove anos mais tarde, o evento contou 340 mil voluntários e aconteceu em mais de 75 países. No Brasil este dia é muito comemorado e várias ações acontecem pela nossa costa!!! Por dia, no mundo todo é produzido mais de 180 milhões quilos de lixo por dia e se não mudarmos nossas ações tudo isso pode parar nas nossas praias!!!

E você gosta quando vai à praia, gosta de vê-la limpinha?! A mudança é simples e começa em nós mesmos, em nossa atitude cotidiana. Para um simples passeio ou aquele verdadeiro acampamento ao ar livre e à beira-mar, precisamos nos munir de acessórios imprescindíveis como protetor solar, bonés, toalhas, guarda-sol e TAMBÉM sacos de lixo.

Os resíduos devem ser destinados de forma adequada e alguns materiais que seriam jogados fora podem ser ressignifcados em objetos belíssimos como o caso desses abajures antigos revestidas com filtros de café usados da nossa casa e da Merenderia.

O abajur é uma peça decorativa útil, que dá uma iluminação toda especial ao ambiente, além de trazer muita elegância e sofisticação em toda decoração do seu espaço. E que tal dar uma nova vida a eles ao invés de descarta-los na lixeira?

É fácil demais! Primeiro beba o café (hummmm), depois deixe o filtro de papel dentro do suporte plástico até sair o excesso de umidade.  Despeje o excesso de pó em um pote (você pode utilizá-lo como adubo para suas plantas e repelentes naturais para a formigas!). 

Deixe o filtro secando ao sol com o pó que sobrou (isso ajuda a criar a criar as “manchas” de café). Após secar completamente, abra o filtro e retire todo o pó seco com a ajuda de um pincel. 

Agora, o seu filtro está pronto para o uso. Você pode utilizá-lo inteiro ou rasgar com a mão do tamanho que desejar. Se precisar de mais de um, basta repetir o processo! E óh, devido a sua praticidade, o filtro de café também pode ser tingido antes do uso, deixando seu abajur com um visual ainda mais especial.

Para montar o abajur precisará: cúpula de abajur, os filtros de papel usados (secos), pincel, cola branca, lixa de madeira e verniz.

Antes de começar a colar, vale uma dica, testar a posição dos filtros antes da colagem, para garantir que você tenha o suficiente para cobrir tudo que desejas. Primeiro vá colando os filtros pedaço por pedaço, aplicando a cola diretamente sobre o abajur. 

Depois de cobrir a superfície com os filtros e passe uma camada grossa de cola branca e deixe secar por algumas horas, de preferência de um dia para o outro. E para finalizar, basta aplicar verniz por cima do trabalho, o que vai garantir mais brilho e durabilidade ao seu artesanato.

Comentários

AVISO - Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie através do nosso whatsapp 71 99663.6360 ou do email jornalismo@maisregiao.com.br. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal. TERMOS DE USO

mais notícias » Leia também

Publicidade
Publicidade