Baiana Ana Marcela Cunha festeja o tetracampeonato mundial nas águas de Abu Dhabi, nos Emirados Árabes Unidos (Foto: Reprodução)

A baiana Ana Marcela Cunha é tetracampeã mundial de maratona aquática. O feito foi conquistado nessa sexta-feira (9), nas águas de Abu Dhabi, nos Emirados Árabes Unidos. "Obrigada a todos os meus patrocinadores, apoiadores, fãs, torcedores! Obrigada por cada mensagem de apoio! Obrigada por tudo, Brasil!! Mais uma pra nós!", vibrou a nadadora em postagem feita em sua conta no Instagram. Ela também festejou o título em 2010, 2012 e 2014.

Após vencer nas etapas da Belafontured, na Hungria, e St Lac Jean, no Canadá, de ficar com a prata na etapa de Victoria, em Seychelles, e com o bronze em Chun’an, na China, ela só precisava participar da última etapa do calendário para confirmar o título, mas Ana Marcela subiu ao pódio mais uma vez. Concluiu os 10 km em Abu Dhabi após 2h00m26s2 e colocou mais uma medalha de bronze no pescoço. No total, a baiana somou 112 pontos na tabela de classificação.

A italiana Arianna Bridi (2h00m21s8) foi a campeã da etapa de Abu Dhabi e a compatriota Rachel Rachele Bruni (2h00m25s7) ficou com o segundo lugar. O alemão Florian Wellbrock (1h53m00s9) venceu a prova masculina. A prata foi para o italiano Gregorio Paltrinieri (1h53m01s4) e o bronze para o húngaro Kristof Rasovszky (1h53m01s7). Apesar de não ter figurado no pódio, o título da temporada ficou com o holandês Ferry Weertman. 

Já sem chance de ser campeão, o baiano Allan do Carmo não foi bem e acabou a prova no 45º lugar após 1h55m24s9. Ele teve o pior desempenho entre os brasileiros que disputaram a prova. Diogo Villarinho terminou em 21º (1h53m40s2) e Fernando Ponte em 35º (1h54m31s7). 

Comentários

AVISO - Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie através do nosso whatsapp 71 99663.6360 ou do email jornalismo@maisregiao.com.br. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal. TERMOS DE USO

mais notícias » Leia também

Publicidade
Publicidade