A Rede Pública de Ensino de Mata de São João foi destaque na mídia, em uma matéria produzida pela ‘Revista Muito’, do ‘Jornal A Tarde’ (Foto: Divulgação/Ascom)

O IDEB (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica) de Mata de São João cresce mais uma vez e continua sendo o maior da Região Metropolitana de Salvador. O Município atingiu a nota 5.7 nos anos iniciais (de 1° ao 4° ano) e 4.6 nos anos finais (de 5° ao 9° ano), permanecendo à frente de municípios mais ricos como Camaçari, Lauro de Freitas, São Francisco do Conde, e até mesmo cidades grandes como Salvador, Feira de Santana e Vitória da Conquista. 


Diante do resultado, a Rede Pública de Ensino de Mata de São João foi destaque na mídia, em uma matéria produzida pela ‘Revista Muito’, do ‘Jornal A Tarde’ na última segunda-feira (12).


A ‘Revista Muito’ percorreu mais de mil quilômetros em busca das quatro Escolas com melhor nota no IDEB, e uma delas foi a Escola São Francisco dos Santos, situada na localidade de Campinas de Malhadas, no Município de Mata de São João. A Escola São Francisco alcançou a maior nota da Bahia este ano (7.8), ganhando destaque no cenário educacional. Os trabalhos confeccionados pelos alunos e expostos nos corredores da escola, desde os projetos desenvolvidos pelos professores e o ensino em tempo integral foram pauta para mostrar que a educação é o pilar do Município de Mata de São João, que é referência no quesito Ensino Público de qualidade.


Sem dúvidas, o ensino em tempo integral foi o passa-porte de entrada para que o Município fosse referência no cenário educacional, contando com oficinas de música, dança e leitura, além de aulas de reforço no contra-turno, almoço, lanches, artes marciais e diversos esportes, atingindo 87% dos alunos. O nível da Educação Pública de Mata é motivo de orgulho para o gestor do Município, Prefeito Marcelo Oliveira, que deseja avançar ainda mais, proporcionando uma educação digna para as crianças e adolescentes matenses.

Comentários

AVISO - Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie através do nosso whatsapp 71 99663.6360 ou do email jornalismo@maisregiao.com.br. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal. TERMOS DE USO

mais notícias » Leia também

Publicidade
Publicidade