Marcelo Chamusca levou o Ceará para a primeira divisão em 2017 (Foto: Divulgação)
O Vitória já tem técnico para 2019 e ele é Marcelo Chamusca. O soteropolitano de 52 anos chega com o currículo pretendido pelo Leão: conquistou o acesso à Série A com o Ceará em 2017, além de já ter subido o Guarani para a Série B em 2016 e o Salgueiro-PE para a Série C em 2013. Além disso, gosta de trabalhar com a divisão de base.

A contratação foi anunciada pelo Vitória na noite desta quinta-feira (6) e não deixa de ser uma surpresa, considerando que Chamusca havia sido anunciado como treinador do Oeste no início da semana. O vínculo com o rubro-negro é até o final de 2019.



Irmão de Péricles Chamusca, que já treinou o Vitória nos anos 90 e no início dos anos 2000, Marcelo foi campeão cearense neste ano, também pelo Ceará, e campeão paraense de 2017, com o Paysandu. 

Seu último clube foi a Ponte Preta, na Série B 2018, mas acabou demitido depois de cinco jogos, sendo três empates e duas derrotas. O retrospecto ruim na Macaca contrasta com os trabalhos anteriores do treinador, em que teve mais de 60% de aproveitamento: Fortaleza (2014/15), Sampaio Corrêa (2016), Guarani (2016) e, sobretudo, no Ceará (2017/18). No Paysandu, onde esteve em 2017, ficou perto disso: 56%.

Iniciou o Brasileirão deste ano no comando do Vozão - a quem tinha levado para as semifinais da Copa do Nordeste -, mas acabou demitido após uma derrota, coincidentemente, para o Vitória, no Barradão, em maio.  Chamusca, inclusive, começou como treinador nas divisões de base do rubro-negro, no final dos anos 90. 

Comentários

AVISO - Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie através do nosso whatsapp 71 99663.6360 ou do email jornalismo@maisregiao.com.br. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal. TERMOS DE USO

mais notícias » Leia também

Publicidade
Publicidade