(Foto: Reprodução / Facebook ufc)

A Bahia foi muito bem representada no UFC 232, em Los Angeles, nos Estados Unidos. Na madrugada deste domingo (30), Amanda Nunes, de 30 anos, surpreendeu o mundo ao nocautear Cris Cyborg em apenas 51 segundos de luta.

Avassaladora, a lutadora baiana, que nasceu em Pojuca, se consagrou a primeira mulher a conquistar dois cinturões do UFC simultaneamente. Além da baiana, apenas dois homens conseguiram esse feito: Conor McGregor e Daniel Cormier. 

De quebra, a Leoa quebrou a impressionante série de 13 anos sem derrota da rival curitibana - que enfrentou 21 oponentes e venceu todas - e emplacou oito triunfos seguidos na carreira. 

O primeiro cinturão de Amanda foi conquistado por outra categoria, os pesos-galos. Agora, ela é dona dos dois 'troféus' do maior evento de MMA do mundo. 

A luta 

O confronto entre a baiana e a curitibana começou intenso, com as duas buscando trocação franca. A primeira a tomar iniciativa foi Cyborg, que deu um soco de raspão em Amanda. Cirúrgica, a Leoa acertou dois golpes e levou Cyborg ao chão pela primeira vez. A oponente ainda conseguiu levantar, mas recebeu uma série de golpes em sequência e foi nocauteada, perdendo o que era considerado o maior reinado do MMA feminino na história. Caída com o rosto no chão, Cris Cyborg nem mesmo chegou a assistir ao momento em que Amanda Nunes subiu na parece do octógono para comemorar com o público.

Premiação extra

Além de calar o mundo, a brasileira ainda recebeu o bônus de ‘Performance da Noite’, faturando US$ 50 mil, cerca de R$ 194 mil na cotação atual. Também recebeu a premiação o americano Ryan Hall, que finalizou o lendário B.J. Penn com uma chave de calcanhar.

Já a ‘Luta da Noite’ ficou com os pesos penas Alex Volkanovski e Chad Mendes. ‘Great’ venceu por nocaute técnico, mas ambos receberão US$ 50 mil.


Comentários

AVISO - Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie através do nosso whatsapp 71 99663.6360 ou do email jornalismo@maisregiao.com.br. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal. TERMOS DE USO

mais notícias » Leia também

Publicidade
Publicidade