Proprietários do estabelecimento, vítimas morreram no local (Foto: Divulgação)

Dois irmãos foram mortos a tiros, no final da manhã desta quinta-feira (10), na Avenida Barros Reis, em Salvador. Identificados como Geferson de Almeida Oliveira, 37 anos, e Dijevã de Almeida Oliveira, 33, foram atacados em frente à própria borracharia por uma dupla que chegou a bordo de um carro, atirou e fugiu.

Os dois morreram no local.  Segundo testemunhas, os atiradores não chegaram a descer do veículo.

De acordo com a Polícia Militar, uma guarnição da 37ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM/Liberdade) foi acionada pelo Centro Integrado de Comunicação (Cicom), por volta do meio-dia, para atender à ocorrência na Rua Ladislau Cavalcante, no bairro do IAPI, em frente à entrada da localidade do Brongo.

"O Cicom informou que havia dois homens ao solo, vítimas de disparos de arma de fogo, a guarnição chegou ao local e constatou a situação. Segundo informações, eles eram irmãos que trabalhavam em uma borracharia", diz a nota.

Ao CORREIO, moradores falaram sobre o parentesco das vítimas e comentaram que Geferson e Dijevã moravam na região. Os dois eram donos da borracharia há alguns anos, ainda segundo moradores. Funcionários de estabelecimentos vizinhos não quiseram comentar a circunstâncias do crime. 

Em anonimato, um morador afirmou que o pai das vítimas foi assassinado há cerca de cinco meses, no mesmo local, em circunstâncias parecidas. Procurada pela reportagem, a Polícia Civil não confirmou a informação. A polícia reiterou, no entanto, que Geferson e Dijevã eram irmãos.

Autoria e motivação do crime estão sob a investigação da 3ª Delegacia de Homicídios (3ª DH/BTS) do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

Ainda não há informações sobre horário e local do sepultamento das vítimas.

Comentários

AVISO - Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie através do nosso whatsapp 71 99663.6360 ou do email jornalismo@maisregiao.com.br. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal. TERMOS DE USO

mais notícias » Leia também

Publicidade
Publicidade