Felipe Garcia se apresentou ao Vitória no dia 25 de fevereiro (Foto: Maurícia da Matta / ECVitória)

O Vitória foi para Aracaju de cara nova. Ou melhor, várias caras novas. Três reforços estão à disposição do treinador Marcelo Chamusca para enfrentar o Confiança nesta quinta-feira (14), às 21h30, pela Copa do Nordeste.

Quem sabe assim, com novos ares, a equipe enfim consiga acabar com o incômodo jejum que quase custou o emprego do técnico rubro-negro. O Vitória não sabe o que é ganhar há sete jogos, ou um mês: o último triunfo foi no dia 6 de fevereiro, por 4x0, sobre o Jequié, pelo Baiano.

Foram regularizados junto à CBF e relacionados pela primeira vez para uma partida o zagueiro Victor Ramos, o lateral-esquerdo Fabrício e o atacante Felipe Garcia.

A expectativa é que todos sejam titulares no duelo em Aracaju. Victor Ramos chegou à Toca do Leão no início da semana, mas está em forma por ter feito a pré-temporada no Guarani e já ter disputado quatro jogos por lá.

Fabrício não joga desde novembro, quando ainda estava no Vasco. Sem ter feito uma pré-temporada, ele chegou à Toca do Leão no último dia 1º. Pelo pouco tempo de preparação, ainda não tem participação garantida.

Já Felipe Garcia se apresentou ao Vitória no dia 25 de fevereiro. Em melhores condições físicas, é provável que vá a campo – só não é certo como titular. O problema é que ele não joga desde 7 de setembro, quando defendia o Goiás.

Os reforços foram regularizados em boa hora, já que ao mesmo tempo Chamusca teve três desfalques para a partida. O lateral-esquerdo Benítez reclamou de dores musculares e foi vetado.

O meia Yago, com uma lesão de joelho, foi outro que acabou fora da lista de relacionados. Benítez e ele se juntaram ao meia Ruy, que ainda se recupera de uma lesão muscular e por isso não joga há três partidas.

Por tudo isso, a escalação para enfrentar o Confiança é um mistério. Até porque no último duelo, com o Bahia, o treinador mandou a campo um time com novidades como Matheus Rocha como  meia e Neto Baiano titular.

Chamusca

Dadas as circunstâncias de jogar com um a menos durante quase meia hora, o empate no Ba-Vi foi interpretado como um bom resultado na Toca do Leão. A ideia agora é usar isso como motivação.

Porém a realidade segue cruel: o Vitória ainda não venceu na Copa do Nordeste, com quatro empates e uma derrota. O rubro-negro está em quinto lugar no Grupo A, e apenas quatro passam para as quartas de final.

No último duelo pelo regional, o Leão perdeu por 3x1 em casa para o Botafogo-PB. Na ocasião, chegou-se a especular a demissão de Chamusca e até a renúncia do vice-presidente Fransciso Salles. Nada aconteceu, no entanto.

Comentários

AVISO - Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie através do nosso whatsapp 71 99663.6360 ou do email jornalismo@maisregiao.com.br. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal. TERMOS DE USO

mais notícias » Leia também

Publicidade
Publicidade