Entre as tarefas realizadas pelos robôs estão limpar o chão e verificar inventários (Foto: Divulgação)
Em uma tentativa de redução dos custo trabalhistas, o Walmart está "contratando" mais robôs para trabalharem em suas lojas e realizarem as tarefas que os humanos faziam, mas não necessariamente gostavam. Uma reportagem do The Wall Street Journal conta que robôs que limpam o chão chegarão a 1.500 lojas da rede, também serão adicionadas 600 esteiras transportadoras para organizar estoque e, pelo menos, 300 robôs responsáveis por verificar se as prateleiras estão sem produtos. 

A multinacional iniciou os testes com robôs em 2017 e, agora, já aparece pronta para implementar a nova tecnologia. Contudo, a empresa nega estar acabando totalmente com empregos humanos, visto que, apesar dos cortes em atividades de limpeza e organização de estoque, vai contratar pessoas para auxiliar no crescimento da rede. A novidade também chega depois do anúncio de um pequeno aumento no salário de funcionários. 

O momento também é importante mercadologicamente, pois com a concorrência da Amazon em mercados online e serviços de entrega, o Walmart parece estar buscando expandir seus horizontes, contratar pessoas especializadas em estratégias de crescimento e se manter forte contra as recém abertas lojas físicas da Amazon. 

Comentários

AVISO - Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie através do nosso whatsapp 71 99663.6360 ou do email jornalismo@maisregiao.com.br. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal. TERMOS DE USO

mais notícias » Leia também

Publicidade
Publicidade