(Foto: Reprodução/Ilustrativa )

O ator Lúcio Mauro morreu no sábado, 11, aos 92 anos. Ele estava internado há quase quatro meses na Clínica São Vicente, na zona sul do Rio de Janeiro. O filho e também ator Lúcio Mauro Filho publicou nas redes sociais que seu pai morreu por volta das 22 horas. Falou sobre seu trabalho e destacou com orgulho ter atuado ao lado do pai.

A assessoria de imprensa da Clínica São Vicente informou que aguarda orientação da família para emitir posicionamento oficial.

"Meu amado pai serenou.  Ele merecia esse descanso. Lúcio Mauro teve uma vida linda, uma carreira vitoriosa, 5 filhos, 5 netos, dois casamentos, com Arlete e Lu, duas mulheres fantásticas que se tornaram amigas e mantiveram essa família unida. Papai foi um pioneiro, saiu do teatro de estudante lá no Pará, foi pro Recife, fez rádio, inaugurou a televisão no Nordeste e de lá, veio para o Rio de Janeiro pra se tornar um dos maiores artistas deste país. Me influenciou em tudo. O homem que sou, o artista, o pai de família, o amigo. Eu nada seria sem seus ensinamentos", destacou Lúcio Mauro Filho em sua conta no Instagram.

Ele também fala com orgulho que trabalhou com o pai. "Tivemos o prazer de trabalhar juntos, na TV, no Teatro, no Cinema e na Publicidade. Rodamos o Brasil colocando nossas vidas a serviço da arte, em “Lúcio 80-30”, quando ele teve a chance de dividir o palco com os filhos. Não faltou nada."

Natural de Belém do Pará, Lúcio de Barros Barbalho ficou famosos por seu trabalho na comédia brasileira. Ele estreou na Rede Globo em 1966 e, desde então, participou de um dos principais programas humorísticos, como Chico City" (1973), "Os Trapalhões" (1989) e "Escolinha do Professor Raimundo" (1990).

A carreira, no entanto, começou bem antes, nos palcos dos teatros estudantis, quando tinha por volta de 20 anos de idade. 

ctv-eiv-lucios
Foto: TATÁ BARRETO/DIVULGAÇÃO

Em 2015, Lúcios, pai e filho se encontraram na nova "Escolinha do Professor Raimundo". Um desses episódios trouxe a preciosa participação de um veterano do elenco original, que contracenava com Chico Anysio. É Lúcio Mauro, que entrou em cena como um servente da escola. Ele fazia faxina e organizava a classe para os alunos – um deles, o próprio Aldemar Vigário, aquele que sacava histórias de glórias supostamente vividas pelo mestre em Maranguape, terra natal de Chico Anysio, na tentativa de bajular o professor, que acabava sempre constrangido.

Lúcio Mauro se casou duas vezes e teve cinco filhos. Entre 1958 e 1970, ele foi casado com a atriz Arlete Salles com quem teve dois filhos: Alexandre Barbalho (ator) e Gilberto Salles (cineasta). Desde 1974, estava casado com Ray Luiza Araújo Barbalho, com quem teve três filhos: Luciane Maria, Lúcio Mauro Filho (ator) e Luanna Barbalho. Ele também deixou cinco netos.

Há três anos, Lúcio Mauro sofreu um Acidente Vascular Cerebral (AVC). Foi forte, mas ele resistiu. "Já não era a mesma coisa. Preso a uma HomeCare, ele lutou até suas últimas forças. Ainda teve a alegria de conhecer Liz, a neta inesperada que chegou pra promover o ciclo da vida. Estava internado há quase quatro meses. A esticada foi longa e sofrida", destacou o filho nas redes sociais.

Em março, o ator completou 92 anos. Na ocasião, Lúcio Mauro Filho publicou uma foto em família durante a comemoração do aniversário de seu pai.

"Esse olhar do vovô para a netinha é de quem ganhou um presente muito especial da vida! A chance de viver a renovação e poder celebrar o ciclo da vida. Que bom, meu velho, que tivemos a sorte de vivenciar esse encontro", escreveu Lúcio Mauro Filho.


"Só foi possível graças à sua força e também ao amor incondicional que sentimos por ti", complementou, o ator, ressaltando ainda a "sorte de carregar o sangue" do pai.

Comentários

AVISO - Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie através do nosso whatsapp 71 99663.6360 ou do email jornalismo@maisregiao.com.br. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal. TERMOS DE USO

mais notícias » Leia também

Publicidade
Publicidade