Presidente Jair Bolsonaro (PSL) (Foto: Divulgação)

O presidente Jair Bolsonaro afirmou hoje (15), em Dallas, nos Estados Unidos, que estudantes que estão protestando contra o corte de verbas para a Educação no país são “massa de manobra” e “idiotas úteis”. O país teve uma série de manifestações em diversas capitais e cidades contra os cortes nas verbas das instituições de ensino. O protesto foi organizado por professores, estudantes e servidores.

"É natural, é natural. Agora... a maioria ali é militante. É militante. Não tem nada na cabeça. Se perguntar 7 x 8 não sabe. Se perguntar a fórmula da água, não sabe. Não sabe nada. São uns idiotas úteis, uns imbecis que estão sendo utilizados como massa de manobra de uma minoria espertalhona que compõe o núcleo de muitas universidades federais do Brasil", disse o presidente na porta do hotel onde ficará hospedado.

Bolsonaro afirmou que não há cortes no orçamento das instituições de ensino e que promove um contingenciamento porque precisa. "Não existem cortes. Nós temos um problema que... Eu peguei um Brasil destruído economicamente também. Então as arrecadações não eram aquelas previstas de quem fez o orçamento no corrente ano e se não houver contingenciamento, eu simplesmente entro de encontro, né, à lei de responsabilidade fiscal? Então, este mês não tem dinheiro. É o que qualquer um faz. Não tem, tem que contingenciar. Agora gostaria que nada fosse contingenciado. Gostaria, em especial, de educação", declarou.

Comentários

AVISO - Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie através do nosso whatsapp 71 99663.6360 ou do email jornalismo@maisregiao.com.br. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal. TERMOS DE USO

mais notícias » Leia também

Publicidade
Publicidade