Caso Neymar (Foto: )

O advogado da modelo que acusa Neymar de estupro afirmou que pode deixar o caso. Nesta segunda-feira (10), Danilo Garcia de Andrade compareceu à 6ª Delegacia de Defesa da Mulher e informou à Polícia Civil que ainda não recebeu de Najila Trindade o celular com um suposto vídeo que provaria o crime.

Após a reunião com os policiais, ele disse que aguardaria até 0h para que a cliente entregasse o aparelho. Caso contrário, abandonará a defesa de Najila.

"Não estive com minha cliente. Não estou com o celular. O prazo é até a meia-noite para ela entregar. Se ela não entregar, eu deixo o caso. Não dá para defender alguém que não entrega as provas", resumiu.

De acordo com Danilo, a gravação é uma peça fundamental para comprovar a versão dada pela modelo. Até o momento, apenas um vídeo de cerca de um minuto foi divulgado e apresentado à delegada Juliana Lopes Bussacos, da 6ª Delegacia de Defesa da Mulher (DDM) de São Paulo, responsável pelo caso. Nele, a modelo aparece batendo em Neymar.

Segundo Najila, há outros seis minutos de gravação, que comprovariam que o jogador teria a agredido no dia anterior. A modelo, no entanto, não entregou o conteúdo porque, segundo ela, o tablet onde estaria a gravação sumiu após sua casa ser arrombada. Marcas encontradas na porta do apartamento de Najila foram analisadas por setor da polícia. Especializado em encontrar a impressões digitais, o grupo achou apenas sinais da modelo e de sua empregada.

Apesar da acusação, a mulher disse que não registrou o furto do tablet pois não sabe, exatamente, o que foi levado do apartamento - além do aparelho, diz que deu falta de um relógio e de uma quantia em dinheiro que estava numa bolsa.

 

Comentários

AVISO - Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie através do nosso whatsapp 71 99663.6360 ou do email jornalismo@maisregiao.com.br. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal. TERMOS DE USO

mais notícias » Leia também

Publicidade
Publicidade