colunista

Leonardo Rodrigues

Carioca da gema e baiano de coração, é estudante de Educação Física, reside em Praia do Forte. Escreve uma vez por mês.
Publicada em 03/07/2019 15:18 - Atualizada em 03/07/2019 15:36

Funcional funciona?

Leonardo Rodrigues
Compartilhe
Antes de tudo, precisamos definir o que é o treinamento funcional: um treino que é planejado e executado para trabalhar e melhorar gestos motores e valências físicas relacionados com algum esporte ou atividade do dia-a-dia. Ou seja, que tem como objetivo melhorar as habilidades e funcionalidades do indivíduo, em qualquer nível de aptidão física.

Se ficou meio confuso, com os exemplos você vai ver como é simples. Digamos que um treinador de basquetebol, na preparação do seu time, além do treino técnico e tático, decide que deve haver um treinamento funcional para os atletas, desta forma, ele conversa com seu preparador físico, que lhe apresenta os seguintes tipos de exercício:

a) Exercícios com a medicine ball, simulando os movimentos feitos no jogo, para preparar os atletas para as ações da partida;
b) Exercícios com o peso corporal, enfatizando as mudanças de direção, o equilíbrio, a velocidade e a potência, necessários para o bom rendimento na modalidade;
c) Exercícios com máquinas na sala de musculação, priorizando os grupamentos musculares mais utilizados no basquete, como tríceps, glúteos, quadríceps, panturrilhas e core.

Quais destes exercícios você acha que são considerados exercícios funcionais?
Se você acha que todos esses são funcionais, você está corretíssimo! Criou-se uma falsa impressão de que, para um treino ser funcional, ele precisa ser com pesos livres, pneus, cordas navais, ter exercícios mirabolantes e excêntricos e vir com uma dose alta de ludicidade.

Confundimos treinos em circuitos (onde há diversas estações, geralmente com exercícios cronometrados e alternando grupamentos musculares), cross training (no qual utiliza-se materiais como pneus, cordas navais, caixotes, entre outros) e outros tipos de treinamentos, como a calistenia (treino com o peso corporal), com o treino funcional.

Isto acontece porque as academias e professores, buscando simplificar as coisas e atrair alunos, geralmente chamam estas aulas coletivas de funcionais ou similar.  
Mas afinal, qual é o gesto motor do seu dia-a-dia que se assemelha a rolar um pneu de trator? Não há dúvida que esses tipos de exercícios são, para muitas pessoas, mais divertidos e motivantes, e também é incontestável que eles nos trazem um aumento de força, emagrecimento, equilíbrio, coordenação motora e melhora na qualidade de vida.

Portanto, agora você sabe que todos estes tipos de treinamentos lúdicos são muito benéficos para a nossa saúde, mas nem todos são funcionais. Funcional é só o treino que é planejado para melhorar as habilidades e gestos motores de algum esporte ou atividade da vida diária, como subir escadas, sentar e levantar, carregar sacolas de mercado, entre outras.

Ah, quase ia me esquecendo de responder... se o seu objetivo é ter uma maior qualidade de vida, com todos os benefícios à saúde que o exercício regular pode lhe proporcionar e que já falamos aqui, o funcional funciona sim! Assim como o treino em circuito funciona também! O cross training funciona também!

O mais importante é encontrar o tipo de treino que te agrada e praticá-lo sem cobranças, tendo prazer e aproveitando os ganhos que o exercício físico proporciona.
Obrigado por ler até o fim e te espero no mês que vem com mais um texto cheio de curiosidades e conteúdo!

Comentários

AVISO - Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie através do nosso whatsapp 71 99663.6360 ou do email jornalismo@maisregiao.com.br. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal. TERMOS DE USO

mais notícias » Leia também

Publicidade
Publicidade