Apartamento onde corpo foi encontrado fica em prédio no bairro de Brotas, em Salvador (Foto: Divulgação)

O corpo da mulher encontrada morta em um apartamento do bairro de Brotas, em Salvador, na tarde de sábado (13), estava em estado de decomposição, segundo informações da Polícia Civil.

Em nota divulgada neste domingo (14), a corporação afirma que "após os primeiros levantamentos periciais, não foram identificadas marcas de violência no corpo de Cíntia Carine Borges Santos". Anteriormente, a Polícia Civil havia informado que o corpo apresentava marcas de agressões.

A corporação também divulgou no sábado que o companheiro da vítima era apontado como principal suspeito. Já na nota deste domingo, a corporação diz que, até o momento, não há nenhum indicativo de violência contra a mulher.

Ainda neste domingo, a Polícia Civil informou que equipes da 1ª Delegacia de Homicídios/Atlântico (DH/Atlântico) já ouviram testemunhas, seguem com as investigações e aguardam o laudo médico pericial, que será emitido pelo Instituto Médico Legal (IML) do Departamento de Polícia Técnica (DPT), para esclarecer a causa da morte.

No final da manhã desta segunda-feira (15), a Polícia Civil informou que, segundo o laudo médico, a mulher sofreu um aneurisma.

O edifício onde a mulher foi encontrada fica na Rua Ariston Bertino de Carvalho. A PM isolou a área e permaneceu no local até a chegada do Serviço de Investigação em Local de Crime (Silc) para remoção do corpo e realização de perícia.

Comentários

AVISO - Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie através do nosso whatsapp 71 99663.6360 ou do email jornalismo@maisregiao.com.br. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal. TERMOS DE USO

mais notícias » Leia também

Publicidade
Publicidade