colunista

Lizandra Monteiro

É formada em Turismo com foco em hotelaria, especialista em Gestão de Negócios. Atualmente é consultora especializada em empresas de hospitalidade e reside em Imbassai. Escreve uma vez por mês.

Hoje vou começar nossa conversa com uma afirmação: Nosso mundo está precisando de três coisas: gestos que ensinam, palavras que edificam e mãos que ajudam. Eu tenho a convicção que há muitas pessoas boas, mas se você não as encontrou, então seja uma. Sabe como?

Respeitando a si mesmo, respeitando os demais e tendo responsabilidade em todas as suas ações. E o que me diz de respeitar os mais novos? Mais novos? Isso mesmo, por que respeitar os mais velhos, você já deveria ter aprendido que é uma obrigação! Certo? Então vamos entender como isso deve acontecer: você imagina como?

Da mesma forma: Abrindo portas, cedendo cadeiras, afinal isso é uma atitude de valiosa educação e muito mais de dignidade. Você sabia que seu exemplo de hoje lhe proporcionará benefícios amanhã?

E que tal cumprir o que combinou? Se agendou um horário, não se atrase! Ao aceitar um convite, você deve de fato respeitar. Sabemos que existem exceções para motivos de doenças ou emergências. Nesses casos, o anfitrião deve ser avisado sobre a sua ausência. Ah! E se o convite foi para você, significa impreterivelmente que não deve levar mais ninguém além de você, caso contrário, no convite estaria escrito outro nome além do seu.

Olhe nos olhos Já conversou com alguém que sequer olhou para você? É muito desagradável né? Sem falar que passa uma grande mensagem de insegurança e timidez. Então se lembre desta lição e dê esta atenção. Olhe nos olhos!

Recebeu um favor? Que tal agradecer... Entenda que a pessoa que te agrada gastou o tempo dela com você, no mínimo o que deve fazer é agradecer dizendo “obrigado”(se você for homem) ou “obrigada” (se você for mulher), e isso deve ser o mínimo tá!

Ofendeu alguém? Às vezes acontece, sem querer ou até sem perceber, mas precisamos estar atentos e pedir desculpas imediatamente. Não espere para pedir mais tarde, isso só ira complicar a relação e a imagem negativa que você causou. Tente se colocar no lugar da pessoa que ofendeu, isso se chama empatia.

Você gostaria de ser ofendido e não receber o pedido de desculpas? Não entendeu o que foi dito? Educadamente, sempre e, imediatamente peça para quem falou repetir o que foi dito e ou te explicar mais uma vez. Evitar desentendimentos é fundamental para uma boa comunicação.

Sujou ou Bagunçou? Qualquer que seja o lugar que frequente, limpe, arrume! Você será avaliado pela sujeira que faz, e vou além, se escolheu um lugar para ficar que já estava sujo ou bagunçado e resolveu ficar, passou a ser a sua responsabilidade. Passe a cultivar o hábito da organização, desta forma passa a ser visto como uma pessoa sensata, responsável, digna de ser espelhada, e de brinde ganha um ambiente sempre limpo e arrumado. Muito melhor, pode apostar!   

E, finalmente, mas não menos importante, cuidado ao falar palavrões: palavrões nunca são bem educados, mas fora de contexto e com pessoas sensíveis podem causar grandes estragos. Seja muito econômico com eles! “Eu acredito que os bons são muitos. Eles só estão distraídos e misturados por ai.” Boas maneiras é ter bom senso e respeito, é sinônimo de educação e comportamento cordial.

Sorria sempre, assim a tristeza vai entender que errou de endereço. Não perca a esperança, mas não caia na ilusão! 



Até mês que vem.

Grande Abraço,

Lizandra Cruz Monteiro

Comentários

AVISO - Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie através do nosso whatsapp 71 99663.6360 ou do email jornalismo@maisregiao.com.br. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal. TERMOS DE USO

mais notícias » Leia também

Publicidade
Publicidade