(Foto: AFP)

A mídia internacional traz a repercussão da informação de que o presidente da França, Emmanuel Macron, afirmou nesta sexta-feira, 23, que o presidente brasileiro, Jair Bolsonaro, estava mentindo quando minimizou as preocupações sobre a mudança climática na reunião do G-20 no Japão, em junho, e que, por isso, a França se oporá ao acordo de livre-comércio entre o Mercosul e a União Europeia. O acordo é apontado por Bolsonaro como uma das principais conquistas de seu governo. 

Agências internacionais de notícias informam que o Palácio do Eliseu, sede do governo francês, divulgou nota afirmando que "nas condições atuais, a França se opões ao acordo Mercosul-UE".

Os incêndios que se propagam pela Amazônia se converteram em um incidente diplomático dois dias antes da reunião do G-7, em Biarritz, também na França. 

Comentários

AVISO - Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie através do nosso whatsapp 71 99663.6360 ou do email jornalismo@maisregiao.com.br. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal. TERMOS DE USO

mais notícias » Leia também

Publicidade
Publicidade