Esporte é Brincadeira conta com o apoio da CLN, do IFA e de prefeituras da região (Foto: Divulgação)

O projeto Esporte é Brincadeira já beneficiou mais de 600 pessoas promovendo a inclusão social através de práticas esportivas no litoral norte baiano. Criadas há cinco anos, as atividades contam com o apoio da Concessionária Litoral Norte (CLN) e do Instituto Invepar, em cooperação com o Instituto Fazer Acontecer (IFA) e as prefeituras de Mata de São João, Camaçari e Entre Rios.

 

O Esporte é Brincadeira oferece atividades como futebol, vôlei, jogo de baleado, entre outras brincadeiras, em equipes mistas com meninas e meninos, de 10 a 17 anos. “A dinâmica já causa um impacto entre os participantes por ser inclusiva. Além disso, utilizamos a metodologia da Esport3, que leva valores como solidariedade, cooperação e respeito através da prática esportiva. O efeito são jovens mais conscientes das suas capacidades e valores que refletem em outros aspectos da vida”, explica o diretor executivo do IFA, Renato Paes de Andrade.

 

Realizadas durante todo o ano, parte das práticas acontecem no rio e na praia, onde os adolescentes aprendem conceitos de preservação ambiental como a formação de dunas e cursos d´água, descarte adequado de resíduos sólidos e cuidados com os animais, além de interagirem com o espaço, praticando esportes na água, por exemplo. “Ao aprender noções de cuidado com o meio ambiente por meio da brincadeira e do esporte, essa turma aumenta a relação de pertencimento com o local em que vive. Essa e outras iniciativas fazem parte do compromisso responsável e sustentável que a CLN tem com o território”, destaca o coordenador de comunicação e sustentabilidade da CLN, Loran Santos.

 

Sobre a CLN 

A Concessionária Litoral Norte (CLN), uma empresa Invepar Rodovias, administra a rodovia BA-099, que compreende a Estrada do Coco (a partir do km 7,7) e a Linha Verde, conectando Lauro de Freitas até a divisa dos estados da Bahia e de Sergipe, com extensão total de 217km, entre 183km de rodovias e 35km de vias de acesso. A concessionária presta serviço para o Governo da Bahia e é fiscalizada e regulamentada pela Agência Estadual de Regulação de Serviços Públicos de Energia, Transportes e Comunicações da Bahia. Atualmente, a empresa gera cerca de 300 empregos diretos e indiretos e já repassou mais de R$ 25 milhões em impostos para os municípios da região.

Comentários

AVISO - Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie através do nosso whatsapp 71 99663.6360 ou do email jornalismo@maisregiao.com.br. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal. TERMOS DE USO

mais notícias » Leia também

Publicidade
Publicidade