Bahia de Roger Machado terá sequência em casa para se consolidar nas primeiras posições do Brasileirão (Foto: Reprodução )

A torcida do Bahia tem motivos de sobra para comemorar no Campeonato Brasileiro. Com 30 pontos e na sétima colocação, o tricolor já conseguiu a sua melhor campanha em um primeiro turno, superando os 25 pontos que conseguiu em 19 jogos no ano passado, e se colocou de vez na briga por uma vaga na Copa Libertadores da América do próximo ano.

Se a empolgação é grande, ela poderá ser transformada em apoio. Nos próximos seis jogos na Série A, o Esquadrão vai fazer quatro em casa. O primeiro desafio será contra o Fortaleza, domingo, às 16h. Depois disso, o tricolor receberá: Botafogo, Athletico-PR e São Paulo. Duelos importante para um clube que tem no fator casa como principal trunfo no torneio.

Dos 30 pontos que o Bahia conquistou no Brasileirão, 20 foram como mandante. Em nove jogos, foram seis vitórias, dois empates e apenas uma derrota – para o Santos, por 1x0, no estádio de Pituaçu. O aproveitamento do clube em seus domínios é de 74,1%, o que deixa o Bahia com a quinta melhor campanha como mandante entre os 20 clubes do Brasileirão.

Jogando na Fonte Nova, o Esquadrão não perde pelo Brasileirão há mais de um ano. A última vez que isso aconteceu foi em agosto do ano passado, quando caiu para o Internacional, por 1x0, na 20ª rodada. Para o técnico Roger Machado, o apoio do torcedor tem sido fundamental no caminho tricolor.

“O carinho do torcedor está representando o que ele está gostando dentro de campo. Disse aos atletas que o que ouço muito na rua é a forma como o torcedor está se sentindo representado dentro de campo. Isso tem feito toda a diferença porque a gente tem tido casa cheia sempre. E onde a gente vai tem tido a presença do torcedor do nosso lado”, afirmou o treinador.

Antes do fim do primeiro turno, o Bahia ainda tem outra marca pessoal para quebrar. O time pode conquistar a sua maior pontuação em um turno do Brasileiro. Se pelo menos empatar com o Fortaleza, o Esquadrão vai conseguir ultrapassar os 30 pontos somados no segundo turno do torneio de 2012. Na época, o tricolor era comandado pelo técnico Jorginho e fechou o campeonato na 15ª colocação, com 47 pontos.

Campanha fora ajuda

Aliado ao bom momento em casa, os triunfos longe de Salvador também contribuem para a luta do tricolor na parte de cima da tabela. Talvez o torcedor ache pouco as duas vitórias que o time conquistou como visitante no primeiro turno, mas a quantidade já a mesma que o Esquadrão conseguiu em toda a Série A de 2018.

Os triunfos por 1x0 sobre Atlético-MG, no Independência, e por 2x0 contra o Vasco, em São Januário, e inclusive, quebraram um jejum para o Bahia no Brasileirão. Desde 2017 o time não ganhava duas partidas consecutivas fora de casa na Série A. Na oportunidade, o Esquadrão bateu Ponte Preta e Atlético-MG, respectivamente.

Se na edição do ano passado o Bahia terminou o primeiro turno com a 12ª campanha como visitante, com apenas seis pontos, esse ano o Esquadrão já está em nono, com 10 pontos ganhos, faltando apenas uma rodada para o fim do turno.

Reforço

Hoje, o elenco do Bahia volta aos treinos, no Fazendão, de olho no Fortaleza. Para a partida, o técnico Roger Machado não sabe se terá o volante Elton, mas vai contar com o retorno do atacante Artur.

O jogador estava com a seleção brasileira olímpica que fez ontem, diante do Chile, o segundo da série de dois amistosos preparatórios para o torneio pré-olímpico, que vai ser disputado em janeiro, na Colômbia. A competição dará na vaga nos Jogos Olímpicos de Tóquio, em 2020.

Comentários

AVISO - Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie através do nosso whatsapp 71 99663.6360 ou do email jornalismo@maisregiao.com.br. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal. TERMOS DE USO

mais notícias » Leia também

Publicidade
Publicidade