Projeto ainda precisa ser aprovado pela Câmara de Vereadores (Foto: Reprodução )

O dia 13 de outubro, data da canonização de Santa Dulce dos Pobres, pode virar feriado em Salvador. O vereador Maurício Trindade (DEM) enviou na última terça-feira (15) à Câmara de Vereadores da capital baiana um projeto de lei que pode transformar este dia em feriado soteropolitano.

O edil justificou a proposta ressaltando a importância da freira para a cidade. Ele também comentou a dedicação da santa aos doentes do hospital Santo Antônio, do qual ela foi fundadora, que, segundo o vereador, é referência de atendimento no Sistema Único de Saúde (SUS) em todo o Brasil.

Número de feriadões vai dobrar em 2020; veja as datas e programe-se

“As saúde de Salvador, da Bahia e do Brasil é outra depois de Irmã Dulce”, disse. Ele completou dizendo que conviveu com ela quando estudava no hospital e afirma ser testemunha da humildade, ética e abnegação de Dulce com os pobres.

O Correio entrou em contato com o vereador para obter mais informações sobre o projeto - como, por exemplo, se seria uma nova data de feriado ou a substituição de um outro - mas não obteve resposta até este momento.

Dia Municipal da Santa Irmã Dulce

A data da canonização da santa já está instituida como Dia Municipal da Santa Irmã Dulce. Ao retornar do Vaticano, o presidente da Câmara de Salvador, vereador Geraldo Júnior (SD), colocou em votação, na sessão desta quarta-feira (16), projeto instituindo a data comemorativa.

A proposição foi aprovada por unanimidade. “A oportunidade de representar minha cidade naquela celebração foi uma das maiores emoções da minha vida”, declarou.

Canonizada no domingo (13) pelo Vaticano, a Santa Dulce dos Pobres nasceu em 26 de maio de 1914, em Salvador. A religiosa, falecida em 1992, dedicou a vida a cuidar dos mais pobres. 

Comentários

AVISO - Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie através do nosso whatsapp 71 99663.6360 ou do email jornalismo@maisregiao.com.br. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal. TERMOS DE USO

mais notícias » Leia também

Publicidade
Publicidade