As gravações do Parque Klaus Peters têm foco nas atividades de pesquisa, que são realizadas na área da botânica e zoologia. (Foto: Divulgação/Ascom)
Uma equipe dos canais National Geographic esteve na semana passada na Praia do Forte, Litoral de Mata de São João, para gravação da série “Brasil Selvagem – O Brasil Azul”. O documentário mostrará cinco dos seis biomas da costa Brasileira e diversas espécies endêmicas, além de uma grande barreira de corais ainda pouco conhecida pela maioria das pessoas.

As gravações foram realizadas no Parque Municipal Klaus Peters e a série, que será exibida em 2020, terá oito episódios de 50 minutos. As gravações do Parque Klaus Peters têm foco nas atividades de pesquisa, que são realizadas na área da botânica e zoologia.


Foram abordados os estudos na restinga e os trabalhos com as câmeras trap (armadilhas fotográficas), para levantamento de fauna e estratégias de conservação. De acordo com o coordenador de Unidade de Conservação da Prefeitura de Mata de São João e gestor do Klaus Peters, Fábio Lima, um episódio inteiro será dedicado aos trabalhos de conservação, feitos ao longo da costa brasileira.


Em seus cerca de 7 mil quilômetros de extensão, o litoral do Brasil é o lar de alguns dos animais selvagens mais incríveis do mundo. Em cada episódio a audiência viajará para um aspecto diferente, explorando tanto a superfície quanto o que está sob as águas.

Comentários

AVISO - Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie através do nosso whatsapp 71 99663.6360 ou do email jornalismo@maisregiao.com.br. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal. TERMOS DE USO

mais notícias » Leia também

Publicidade
Publicidade