(Foto: )

O governador Rui Costa (PT) enviou à Assembleia Legislativa (AL-BA) um projeto de lei para instituir o 13 de agosto como um segundo dia em homenagem a Santa Dulce dos Pobres no calendário da Bahia. 

 

A data proposta pelo governador cria um conflito com outro projeto similar sancionado pelo petista. Em 2019, os deputados aprovaram a instituição do dia 13 de outubro em homenagem à santa no calendário do estado. O projeto foi transformado em lei por Rui. O 13 de outubro foi escolhido pelo deputado Marquinho Viana (PSB), autor da proposta aprovada, por ser o dia em que a beata foi canonizada no Vaticano. 

 

Já a data proposta por Rui faz referência ao calendário da Igreja Católica, onde a beata continua sendo celebrada em 13 de agosto, dia em que ela se tornou freira. 

 

Líder do governo na AL-BA, o deputado Rosemberg Pinto (PT) comunicou que irá conversar com o governador sobre o projeto. "Vamos ajustar essa questão para não assistirmos a nenhum tipo de divergência", falou. Nos bastidores, os deputados relatam que a Igreja Católica considerou um erro a aprovação da primeira uma data em homenagem a Santa Dulce em outubro, uma vez que a instituição comemora a santa em agosto, como propôs o governador. 

Comentários

AVISO - Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie através do nosso whatsapp 71 99663.6360 ou do email jornalismo@maisregiao.com.br. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal. TERMOS DE USO

mais notícias » Leia também

Publicidade
Publicidade