Presos de Mata de São João são transferidos após rebelião

Com a destruição das 8 celas não havia condições para que os presos permanecessem no local. Eles foram transferidos para o Presídio de Lauro de Freitas por volta das 15:30h.

Share Button
CARROS

[ A+ ] [ A- ]

Da Redação

Na manhã desta sexta (24), detentos da Delegacia Territorial de Mata de São João se rebelaram após tentativa frustrada de fuga. Os presos queimaram roupas e colchões e foram contidos com o apoio da Polícia Militar, da RONDESP RMS e da COE, ainda pela manhã.

Marcos Laranjeiras, delegado titular da Polícia Civil, informou que os detentos foram transferidos para o presídio de Lauro de Freitas, na Região Metropolitana de Salvador, por volta das 15:30h. Com a destruição das 8 celas, não havia condições para que os presos permanecessem no local.

Matenses ficaram em frente a Delegacia acompanhando a movimentação dos policiais.

Matenses ficaram em frente a Delegacia acompanhando à movimentação dos policiais.

Ainda de acordo com a Polícia Civil, a ação começou por volta das 7h, quando um dos policiais de plantão foi levar o café da manhã para os presos e notou que alguns deles já estavam fora da cela. “Quando eu abri o portão para dar o café da manhã, eles tentaram sair”, contou Jailton Santana, 47, policial que estava de plantão pela manhã. Ele disse que, junto com os outros dois policiais plantonistas, conseguiu impedir que os presos saíssem do pátio, e foi então que eles começaram a se rebelar.

Além de queimar roupas e colchões, os detentos destruíram as duas câmeras que ficavam localizadas no pátio e arrancaram as grades de todas as celas com o uso de uma serra e de uma barra de ferro. O delegado informou que já está sendo investigado como os presos estavam em posse desses dois objetos, mas suspeita de que esse fato possa estar relacionado à movimentação de operários e engenheiros que estão trabalhando na obra de reforma da Delegacia, que acontece há 2 meses.

Grades arrancadas, colchões queimados: foi assim que ficou a situação da cadeia após a rebelião.

A cadeia, que possui capacidade para 28 presos, abrigava 41 detentos e tinha apenas 3 policiais de plantão. De acordo com informações da Polícia Civil, entre os presos havia duas facções de traficantes de droga, pedófilos e homens que cometeram assalto a mão armada. O líder do motim ainda está sendo investigado, mas a polícia suspeita que seja um detento que veio transferido do presídio de Serrinha. Segundo o delegado, esse preso é de alta periculosidade e está respondendo por homicídio qualificado. Após sua chegada os policiais notaram mudanças no comportamento dos detentos.

Quando foi detectada a fuga dos presos para a parte externa do pátio, imediatamente os policiais acionaram as companhias especializadas civil e militar, o COE, da Polícia Civil e a RONDESP, da Polícia Militar. Eles usaram os artefatos adequados para esse tipo de situação, como bombas de efeito moral, gás lacrimogêneo e tiros de borracha, para conter a ira dos presos que estavam extremamente exaltados. Não houve feridos durante a ação.

Por: Lorena Dias / Foto: Ag. Mais Região

8 comentários

Comente
  1. Eu acho tão facil agente chegar aqui e postar um comentário dizendo “os policias deveriam fazer isso ou aquilo” vcs acham facil lhe dar com pessoas que matam , que traficam,que roubaram nossas casas? Porque tão poucas pessoas querem ser policias, por medo minha gente , medo de perder sua vida pra salvar a nossa e pra proteger nossas casas.Se vc que esta achando ruim a acão das policias porque n faz o concurso e se torne melhor do que todos eles juntos.Eu sei q alguns policias e a vergonha de todos mas o q podemos fazer contra isso, se ele ta errado denuncie nós temos esse direito.

  2. pois eles estão batendo e humilhando as pessos para que elas responda algo para eles levarem presos meus amigos não é assim que se trabalha nem trata as pessoa como se todos fossem bandidos

  3. adorei a atitude dos policias, mais estamos estarrecidos pois estes policiais estão cometendo erros estão abusando do poder.como é que eles estão abordando crianças,pais de famílias e batendo injustamente eles devem procurar averiguar os fatos primeiros antes de sair abusando pois isto é covardia hoje mesmo 28/08 por volta das 11-45 da manhã os policias prenderam e bateram em umas criança do sem terra que saiam do colégio e atavam esperando o escolar em frente ao convento .quando eles chegaram e pediram os documentos eles mostraram e mesmo assim estes policiais bateu em umas das crianças que mandou o outro avisar a mãe que estava sendo levado para a delegacia.pois isto não é só abuso de poder como vandalismo eles estão fazendo vandalismo prendendo,e batendo em pessoas inocente.peço pra que seus superiores façam uma correção nestes erros.

  4. Anônimo

    A verdade é que não podemos culpar ninguém, pois não conhecemos a realidade da delegacia.
    É muito fácil julgar, mas a verdade é que esse tipo de coisa acontece em vários lugares.
    PARA POVO MATENSE, para de querer humilhar, denegrir, criticar e arranjar culpados
    Vamos unir e junto ao GOVERNO FEDERAL e buscar forças para diminuir o índice, de tráfico, drogas, assalto e mortes em nosso muncípio.

  5. Raquel

    Ah ta se respeitam ate demais, se conta de dedo os q n vivem de propina, porque tem uns que trabalham aqui e moram em Dias D’Avila e Catu só vivem de propina. Ou vocês acham que vão tirar do bolso deles para vir de carro todo plantão, ele passam o dia é correndo atrás da gasolina e não dos bandidos

  6. paulo do caboré

    Darlan vc realmente não sabe o que são principios e como tem coragem de dizer que poiliciai e delegados recebem propina, não se pode pensar que todas as pessoas são iguais pois os policiais civis que trabalham em Mata se respeitam.

  7. como é que entra tudo ai dentro com facilidade propina para o delegado e policias.não coloque culpa nos rapazes que estão trabalhando ai. isso é uma vergonha..

    • bom dia gostei da açao das equipe policiais presentes mais os senhores “policiais” devem fazer isso tambem é com esses convardis “os vagabundos” que estão tirando a vida dos outros de dia tamanho, a policia quando quer correr atras espero um dia mim orgulhar de contribuir para pagar os seus homorarios ou seja o seu dia de trabalho… obrigado pela atenção pessoal um abraço

AVISO - O Mais Região coloca este espaço à disposição de todos que queiram opinar ou discutir sobre os assuntos que tratam nossas matérias. Partilhe suas opiniões de forma responsável e educada e respeite a opinião dos demais. Você também pode nos ajudar a moderar comentários considerados ofensivos, difamatórios, impróprios e/ou que contenham palavras de baixo calão: para isso, basta enviar e-mail para jornalismo@maisregiao.com.br. Contamos com a educação e bom senso dos nossos internautas para que este espaço continue sendo um ambiente agradável e democrático.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Imagem CAPTCHA

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Protected by WP Anti Spam